Desde a reabertura dos portões, Fluminense já atuou com a presença da torcida em dois jogos no Maracanã (Foto: Lucas Merçon - FFC)

Nos jogos com a presença de público, muito tem se visto cenas de aglomerações entre torcedores nas arquibancadas e pessoas sem máscaras, o que contraria as medidas de segurança contra a disseminação da Covid-19. Mas nada que assuste ou preocupe Saniel Soranz, secretário municipal de Saúde do Rio de Janeiro.

De acordo com o médico infectologista, a parcela da população liberada a ir aos jogos faz parte da que está com a vacinação em dia. Logo, a chance de contágio pelo novo coronavírus diminui consideravalmente.

— É uma população que estava totalmente vacinada. O distanciamento e a máscara seriam uma proteção adicional, as pessoas estavam testado e os números falam por si, né?! Não houve transmissão, surto, contaminação, mesmo com as pessoas próximas uma das outras. Vimos eventos com teste mesmo sem máscara e sem aglomeração, a transmissão é muito mais baixa. Mesmo a gente não estando mais acostumado a ver as pessoas próximas uma das outras, sem máscara, se mostrou seguro com as pessoas devidamente vacinadas – disse.

Desde a reabertura dos portões, o Fluminense já atuou com a presença de público no Maracanã em duas partidas do Campeonato Brasileiro.