(Foto: Lucas Merçon - FFC)

Criticada por muitos torcedores durante grande parte da última temporada, a lateral esquerda do Fluminense não deve ser reforçada. Pelo menos não em um primeiro momento, de acordo com o site Uol Esportes. A diretoria tricolor entende que tem bons nomes em seu elenco para o setor e avaliação interna é positiva.

Egídio e Danilo Barcelos tiveram altos e baixos em 2020. O primeiro teve uma péssima fase com a camisa do Flu e acabou barrado, mas recuperou-se na reta final e foi importante nas últimas rodadas do Brasileiro. Já o segundo, tomou a posição de titular logo que chegou, mas caiu de rendimento pouco tempo depois.

Além da dupla, o Fluminense também confia em sua base para uma eventual reposição, tendo os jovens Raí (sub-23), Marcos Pedro (sub-20) e Jefté (sub-17).