(Foto: Lucas Merçon - FFC)

Derrotado por 2 a 1 para o Avaí, de virada, no Engenhão, na ida da terceira fase da Copa do Brasil, o Fluminense vai a Florianópolis na quinta-feira atrás da classificação na competição nacional. Há muito em jogo para o Tricolor, que precisa vencer por um gol de diferença para levar a decisão para os pênaltis ou de dois para cima para avançar diretamente. Fatores como o financeiro e também a confiança da torcida pesam caso o Flu dê adeus prematuramente ao torneio.

O portal “Globo Esporte” enumerou o que estará em jogo para o Fluminense. Confira:

Chance do bicampeonato

Campeão em 2007, o time das Laranjeiras participa pela 22ª vez da Copa do Brasil. Além do título diante do Figueirense, o clube verde, branco e grená soma os vices de 1992 (Internacional) e 2005 (Paulista).

Superar a vantagem adversária é a chance de evitar nova eliminação para times fora do grupo dos 12 grandes do Brasil: Linhares (1994), Criciúma (1996), Ceará (1997), Paraná (1998), Juventude (1999), Brasiliense (2002) e América-RN (2014).

Premiação

Por chegar à terceira fase, o Flu soma R$ 3,6 milhões em premiação. Terá acréscimo de R$ 1,8 milhão caso avance.

A Copa do Brasil é o torneio que mais paga aos participantes. E, no caso tricolor, uma fonte de renda extra para manter salários em dia, a grande dificuldade da temporada passada.

Evitar desconfiança e animar a torcida

Apesar de ter sido eliminado da Taça Guanabara, o Flu está classificado de forma antecipada à semifinal do Carioca. O trabalho de reformulação do time feito por Abel Braga tem resultados bons, mas algumas atuações irregulares.

Queda na Copa do Brasil aumentaria a desconfiança de parte da torcida, em uma temporada com disputa ainda de Brasileirão e Sul-Americana. A classificação daria tranquilidade para a continuidade do trabalho, com chance atrair o interesse do público a grandes confrontos. A torcida é a aposta do clube para evitar prejuízo em jogos no Maracanã.