jacksonContratado a pedido de Peter Siemsen, Luiz Fernando Pedroso assumiu a direção geral do Fluminense em dezembro. O trabalho não durou muito. Foi demitido nesta semana por, supostamente, não ter conseguido implementar as mudanças desejadas. Mas o que determinou sua saída foram seguidos desentendimentos com o assessor da presidência, Jackson Vasconcelos, afirma o portal Globoesporte.com.

Pedroso foi convidado para o cargo, antes ocupado por Jackson, para profissionalizar o clube como um todo. Com a dispensa, a tendência é que a pasta deixe de existir. Desta forma, Jackson Vasconcelos voltaria a acumular a função de assessor do presidente e executivo geral.

 

 


Sem comentários