Nova derrota para o Atlético-MG causou a eliminação do Fluminense da Copa do Brasil (Foto: Lucas Merçon - FFC)

Depois da Libertadores (ainda com Roger Machado no comando), o Fluminense agora está eliminado também na Copa do Brasil. Na quarta, voltou a perder para o Atlético-MG (havia sido derrotado por 2 a 1 na ida), por 1 a 0, no Mineirão, pela volta das quartas de final. Após o jogo, o técnico Marcão citou o desgaste e a perda de jogadores importantes como complicadores para o duelo. Agora, só com o Campeonato Brasileiro, o técnico prevê uma condução mais tranquila na competição nacional.

— Fizemos um jogo muito pesado diante do São Paulo, tivemos muito pouco tempo de recuperação, como o Atlético também teve, e exigiu muito dos nossos meninos. Acabamos perdendo alguns jogadores. São jogadores que já estavam acostumados a jogar, tinham uma sequência muito boa, e tivemos que contar com outros guerreiros que não vinham jogando. Acredito que agora, apenas com o Campeonato Brasileiro, conseguiremos administrar melhor essa parte de treinamento, de descanso, para focarmos só na partida e contar com todas as peças importantes que hoje não tiveram com a gente – disse.

No jogo diante do Galo, Marcão perdeu o volante André, com dores musculares. Outros como Egídio, Gabriel Teixeira e Martinelli também já estavam fora.

Sétimo colocado no Campeonato Brasileiro com 28 pontos, o Fluminense volta a campo pela competição na próxima segunda, diante do Cuiabá, na Arena Pantanal, pela 21ª rodada.