(Foto: Lucas Merçon)

É nesta sexta! Fluminense e Bangu se enfrentam no Maracanã pela 1ª rodada da Taça Rio em jogo que marcará a estreia de Paulo Henrique Ganso, novo camisa 10 tricolor. No embalo do primeiro jogo do craque com o manto verde, branco e grená, o portal Lancenet relembrou as estreias de outros craques que passaram pelo Tricolor na história recente e no passado. Confira:

Ronaldinho Gaúcho (2015)

Na estreia de Ronaldinho Gaúcho, o Fluminense bateu o Grêmio por 1 a 0, no Maracanã, com assistência do meia. O atleta ficou em campo os 90 minutos. Na maior parte do jogo, sua atuação foi discreta. Com direito a mosaico na arquibancada, cerca de 33.288 torcedores estiveram presentes para ver o camisa 10.

Deco (2010)

Deco teve a chance de sair como herói em sua estreia. A bola apareceu limpa para o meia fazer o gol da vitória, mas o chute foi parar nas nuvens. O empate por 2 a 2 contra o Vasco, pelo Campeonato Brasileiro de 2010, iniciava a trajetória vitoriosa do meia pelo clube. No total, 80.080 torcedores estiveram no Maracanã para acompanhar o camisa 20.

Fred (2009)

No dia 15 de março de 2009, pelo Campeonato Carioca, Fred marcou duas vezes na vitória por 3 a 1 contra o Macaé e deu início a uma história de sucesso no clube: recordes, idolatria da torcida e títulos. Na ocasião, o público presente foi de 25.841 torcedores no Maracanã para uma renda de R$ 390.572,00.

Edmundo (2004)

Edmundo foi contratado em 2004 junto com o pacotão de reforços ao lado de Léo Moura, Ramon e Roger, para se juntar a Romário. O atacante estreou pelo Tricolor contra o Madureira, pelo Campeonato Carioca, e marcou o gol da vitória por 2 a 1 para um público de 39.070 pessoas.

Romário (2003)

Foi melhor do que o torcedor tricolor esperava. Na partida em que Romário estreava, o Fluminense derrotou o Cruzeiro por 5 a 1, com direito a dois gols do Baixinho e começou o Campeonato Brasileiro com o pé direito. De quebra, Magno Alves chegou ao centésimo gol pelo Flu. Cerca de 66.828 torcedores lotaram o Maracanã para ver a partida.

Rivellino (1975)

Rivellino foi eleito um dos culpados pelo fracasso do Corinthians após perder o título do Paulistão de 1974 para o Palmeiras. Sem clima, foi contratado pelo Fluminense e estreou em um sábado de carnaval, dia 8 de fevereiro de 1975. O adversário era justamente o Corinthians – diante de 40.547 torcedores, o meia fez três gols e o Tricolor venceu por 4 a 1.