Negociações na Ucrânia ficaram todas em compasso de espera (Foto: Mailson Santana - FFC)

Com apenas 16 anos, o meia Arthur disputou a Copa São Paulo de Futebol Júnior pelo Fluminense. Com a eliminação para o Santos, nas oitavas de final, fica a dúvida: qual será o destino do garoto agora?

Em entrevista ao portal GE, o diretor de futebol do Tricolor, Paulo Angioni, comentou sobre o processo de transição do atleta, que continuará sendo maturado no clube para “estourar” no momento certo.

– O Arthur vai continuar fazendo esse processo de transição, não vai ficar definitivamente aqui (treinando com o sub-23 no CT Carlos Castilho) e nem definitivamente lá (No Sub-17 ou 20, Xerém). Vai ficar oscilando quando necessário lá ou aqui, mas ele tem essa compreensão – disse ele.