4Por conta de uma mudança da CBF, a Copa Sul-Americana se tornou um campeonato menos valorizado do que a Copa do Brasil. Embora pague menos do que o torneio nacional, tem uma premiação considerável e um prestígio maior do que a competição organizada pela Confederação Brasileira de Futebol.

A cada fase, a premiação na Sul-Americana aumenta. Se passar pelo Goiás, o Fluminense, por exemplo, vai ganhar US$ 225 mil (cerca de R$ 500 mil) nas oitavas de final. No total, o campeão receberá US$ 2.235 milhões (pouco mais de R$ 5 milhões).

Além disso, o segundo campeonato mais importante do continente qualifica o campeão para quatro competições: a própria Sul-Americana, em 2015, a Copa Libertadores, Recopa e Copa Suruga, disputado no Japão.

 


Sem comentários