Técnico reconhece prejuízo ao treino com invasão ao campo

Técnico reconhece prejuízo ao treino com invasão ao campo

Enderson diz que é preciso de segurança para treinar com tranquilidade (Foto: Paulo Brito/NETFLU)
Enderson diz que é preciso de segurança para treinar com tranquilidade (Foto: Paulo Brito/NETFLU)

A invasão de um torcedor ao campo durante o treino do Fluminense, na tarde desta terça-feira, nas Laranjeiras, fez com que Enderson Moreira mudasse seus planos para a atividade. O técnico reconheceu que esse tipo de acontecimento trouxe um prejuízo ao trabalho na véspera de um importante jogo contra o Palmeiras.

– O dia de trabalho, infelizmente, o que tinha como planejamento, acabou tendo de alterar de alguma forma. Até porque é uma situação de risco. O treinamento é um trabalho em que o jogador erra e acerta, nós cobramos. É uma coisa muito nossa. Quando tem uma invasão desse sentido, fica difícil colocar os jogadores como gostamos: calmos para receber as orientações. Sou do tipo do treinador que não gosto muito de mexer na equipe. Mas me vejo nessa obrigação até pelo desgaste dos atletas. Precisam de recuperação. Temos um grupo de 35 atletas e a maior parte deles não participou da pré-temporada. São jogadores que estão chegando de uma forma heterogênea. Estamos numa ginástica sempre de tentar colocar a equipe com atletas bem preparados. Lamentamos não poder dar a sequência do trabalho. Alguns iriam trabalhar, mas foi impossível em função do ocorrido – lamentou.


Sem comentários