(Foto: Mailson Santana - FFC)

Repetição do filme. O Fluminense fez novamente um primeiro tempo ruim, evoluiu na etapa complementar, mas, desta vez, não saiu de campo com o resultado positivo. Após o revés para o Flamengo, o técnico Roger Machado disse que pensa em fazer alterações na equipe.

– Sempre pensamos, mas trabalhamos com as peças que temos à disposição, com a característica dos jogadores. Eu preciso de sete jogadores atrás da linha da bola o mais rápido possível com peso para retomar a bola do adversário. Seis, todos ou a maioria dos times tem, que são a linha de quatro e mais dois jogadores. Esse sétimo jogador, se não tenho ele, se opto por jogador com dois pontas, um meia e um centroavante, eu preciso diluir essa força de bloqueio do adversário dentro do campo de defesa. Então, é sempre alternativa. Optar, por vezes, por uma trinca de meia ou até mesmo os times estão jogando agora com um terceiro zagueiro, para que a pressão dentro do campo de ataque seja feita pelos alas, que é uma pressão mais forte, já dentro do campo de defesa adversário. Vamos buscar alternativas para isso. Eu gosto muito de jogar com um meia, com um centroavante e dois atacantes de lado. Mas, em alguns momentos, se não temos a devida capacidade de pressionar o adversário, mesmo com as linhas baixas não conseguimos, pensamos sim, em algum momento, fortalecer o meio de campo. Eu tenho dois meias muito criativos e gostaria de poder usá-los. Mas tem que refletir a respeito disso também – disse.

Vale lembrar que, na semana que vem, o Tricolor volta a campo, agora diante do River Plate, em jogo que vale vaga na fase de mata-mata da Libertadores da América.