O Fluminense Guerreiros realizou no domingo, dia 12, um treino coletivo nas instalações olímpicas de Deodoro. Foi a primeira vez em que um espaço significativo dos Jogos Rio 2016 voltaram a ser utilizados para a prática esportiva. A equipe começou a preparação para a Liga Nacional nos pisos sintéticos do hóquei sobre a grama, fruto de uma parceria entre a Escola de Educação Física do Exército e o clube.

– Sabemos da importância de dar uso ao legado olímpico. Temos a oportunidade de treinar em um espaço de nível internacional, acessar áreas que há menos de um ano receberam seleções com segurança e conforto –  disse Gabriel Buzzi, coordenador de análise e inteligência.

Após o replantio do gramado das Laranjeiras, os treinos serão realizados nas instalações do clube, que estuda a criação de uma escolinha de futebol americano:

– Precisamos ver as opções de horários para que as aulas não entrem em conflito com o horário escolar. Mas é importante oferecer mais uma opção de esporte. As crianças curtem, acompanham, já falam nos ídolos do futebol americano e poderão torcer pelos ídolos no seu próprio clube. E quem sabe mais tarde defender as cores do Tricolor – finalizou Frederico castro, gestor de Esporte Olímpico.