Voto online foi uma das promessas de campanha de Mário Bittencourt (Foto: Mailson Santana - FFC)

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) recebeu, em junho, ações de dois sócios do Fluminense pedindo decisões judiciais que obriguem o clube a adotar o formato online (assim como presencial) na eleição presidencial em novembro. Pelo edital de convocação para o pleito, não há previsão de voto remoto para a escolha do novo presidente.

Em uma das ações, de autoria de José Ademar Rosal Filho, pré-candidato a presidente, o juiz responsável negou liminar.

Foi aberto prazo para que o Fluminense apresente manifestação a respeito. A adoção do formato online na eleição tricolor era uma promessa de campanha do atual presidente Mário Bittencourt.