Torcida do Junior ameaça impedir realização de jogo se não for suspenso ou adiado

Barra colombiana não quer que o jogo seja disputado na Colômbia

Uma torcida organizada do Junior Barranquilla, próximo adversário do Fluminense, publicou um comunicado nas redes sociais que chamou a atenção. A “Frente Rojiblanco Sur 1998” ameaça impedir os jogadores de chegarem ao Estádio Romelio Martinez, em Barranquilla, se a partida desta quinta-feira não for suspensa ou adiada pela Conmebol.

Os protestos contra a reforma tributária, que ocasionaram conflitos na Colômbia, que, infelizmente, causaram a morte de 21 pessoas até então, são o motivo para que a Barra Brava do Junior faça a interpelação pública pela não realização da partida no país. A torcida afirma que “se não suspenderem a partida, nós, da Frente Rojiblancosur 1998, seremos obrigados a não permitir o deslocamento do ônibus dos jogadores até o estádio, muito menos que se realize o jogo”.

Confira abaixo a publicação da Barra colombiana do próximo rival do Fluminense pela terceira rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América: