“Trabalhamos para que isso não aconteça”, diz dirigente sobre doping

“Trabalhamos para que isso não aconteça”, diz dirigente sobre doping

O caso de doping do Michael despertou uma realidade preocupante. Vindo das categorias de base do clube, o jogador foi pego por ter usado cocaína. A diretoria do clube fez questão de dizer que existe todo um aparato para evitar esse tipo de situação, por isso nada justifica o ato.

– São dois anos de clube apenas, e neste período muita coisa aconteceu rapidamente. Não justifica, mas Xerém tem todo o aparato médico, psicólogo, assistência social, tudo que é necessário. Trabalhamos para que isso não aconteça. Tomara Deus que tudo dê certo e que lá na frente tenhamos a certeza de que o Fluminense colaborou com a carreira de um atleta e a vida de um ser humano.