Vanderlei condena punição a jogadores que forçam terceiro amarelo

Vanderlei condena punição a jogadores que forçam terceiro amarelo

Luxemburgo condena corporativismo dos árbitros
Luxemburgo condena corporativismo dos árbitros

Primeiro foi Valdivia no Palmeiras. Agora, Elias, do Flamengo, corre o risco de ser suspenso pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por ter admitido que forçou o terceiro cartão amarelo. Mas, na opinião de Vanderlei Luxemburgo, isso não deveria acontecer. O técnico do Fluminense não vê nada de errado nisso.

– A falta existe no futebol. Se você fizer uma falta de jogo, que seja para o terceiro cartão amarelo ou não, você vai levar do mesmo jeito. Independentemente de ser o segundo, o terceiro, se o camarada, por exemplo, segurar a bola e retardar o reinício da partida, ele deve ser punido. A regra está ali, estabelecida. Isso tudo faz parte do jogo de futebol. Você não está enganando ninguém, está usando a regra em seu beneficio – disse, complementando:

– Se eu tenho um jogador que vai me desfalcar, vai para a seleção, e está com o segundo amarelo, por que não tomar o cartão? Porque o juiz não vai dar? Isso está na regra, ninguém está burlando nada. Não vejo nada de errado nisso. Os árbitros querem se proteger, dentro do seu corporativismo: “Porque é o terceiro amarelo que está provocando”. Tem de acabar com isso de vez.