Rival tem dívida histórica com o Fluminense. Saiba mais

Rival tem dívida histórica com o Fluminense. Saiba mais

O presidente do Vasco, Roberto Dinamite, reclama da perda do acesso pelo lado direito do Maracanã e lembra que cedeu São Januário para o Fluminense. Além de a declaração do dirigente não corresponder com a verdade – O Tricolor pagou para jogar no estádio cruzmaltino – a história mostra que o rival possui uma dívida eterna de gratidão com o atual campeão brasileiro.

O Vasco só pôde disputar o Campeonato Carioca de 1923 – primeiro título conquistado na história do clube – porque o Fluminense cedeu o Estádio de Laranjeiras para que o clube, então sem estádio, pudesse atuar lá. E foi assim até que São Januário fosse inaugurado, em 1927. A pesquisa é do blog “Jornalheiros”.

Em 1923, em Laranjeiras, o Vasco realizou sua primeira partida internacional (1 a 1 contra o time reserva do Universal, do Uruguai). Em 1929, o Vasco sagrou-se campeão carioca em Laranjeiras, numa melhor-de-três contra o America. Em 1937, em Laranjeiras, o Vasco aplicou a segunda maior goleada de sua história (12 a 0 sobre o Andaraí).

O livro “O negro no futebol brasileiro” (Mario Filho) não deixa dúvidas, em alguns trechos:

– “O Vasco não era outra coisa. Um clube com um campinho na Rua Morais e Silva, que não servia nem para os jogos da primeira divisão. E o Fluminense já com outro estádio (…). Eles tinham tudo, o Vasco nada, só o campinho da Rua Morais e Silva quase abandonado, um dormitório.” (pág. 121).

– “E, depois, havia a história do campo, o Vasco tendo de jogar no estádio do Fluminense.” (pág. 140).