Na manhã desta segunda-feira, a Conmebol anunciou o Brasil como novo país-sede da Copa América de 2021. A escolha veio depois das frustradas tentativas de realizar a competição na Colômbia, que atravessa protestos nas ruas contra medidas governamentais, e na Argentina, que entrou em “lockdown” após o agravamento da pandemia.

No entanto, não são todos os estados que concordaram com essa decisão. Rio Grande do Norte (Arena das Dunas) e Pernambuco (Arena Pernambuco) já fecharam as portas para a realização da competição em seus solos. Por outro lado, São Paulo (Arena Corinthians) e Bahia (Arena Fonte Nova) não se opuseram em receber os jogos.

Há estados que ainda conflitam. Um exemplo é o Rio Grande do Sul, onde há uma queda de braço para a realização ou não. No Rio de Janeiro, haverá uma reunião entre o Governo do Estado e a Prefeitura da Cidade do Rio para chegar a uma decisão. A ideia da Conmebol é fazer a final da Copa América no Maracanã, como em 2019.