Vice de patrimônio do Vasco dá sua versão para confusão no jogo

Vice de patrimônio do Vasco dá sua versão para confusão no jogo

 

Segundo da esquerda para a direita, Manoel Santos foi protagonista de confusão na última quarta-feira (Foto: Marcelo Sadio – Vasco)

Vice de patrimônio do Vasco, Manoel Santos, criou confusão na partida entre Fluminense e Emelec, quarta-feira, em São Januário. Depois de ter xingado funcionários terceirizados pelo Tricolor, o dirigente cruz-maltino contou sua versão do ocorrido.

– Nós tínhamos quatro camarotes e um rapaz, que trabalha comigo, chegou. Já tinha avisado que ele estava sem pulseira, mas que a pulseira seria entregue a ele quando fosse subir. Um rapaz, funcionário do Fluminense, falou que ele não ia subir e que teria que passar cima dele. Começamos a discutir. Falei que era o vice de patrimônio do clube. É sempre o Fluminense que acaba criando essas coisas, porque eles disponibilizam muitos fiscais, não querem a ajuda do Vasco. O Vasco disponibiliza o pessoal de auxílio gerais e os que podem cuidar do patrimônio do clube e eu estava lá para isso. É minha função. Depois tudo foi resolvido e o rapaz me pediu desculpas – disse.