O Fluminense empatou por 2 a 2 com o Santos, segunda-feira, na Vila Belmiro, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. Mas o resultado poderia ser diferente se o árbitro Braulio da Silva Machado tivesse marcado pênalti em Caio Paulista já nos descontos, quando o jogador foi puxado na área. Substituto do suspenso Fernando Diniz, o auxiliar técnico tricolor Eduardo Barros não poupou críticas à arbitragem ao término do jogo. Confira o que ele disse:


*Foto externa: Marcelo Gonçalves – FFC