(Foto: Lucas Merçon/FFC)

O triunfo conquistado na última terça-feira, sobre o River Plate (ARG), no Monumental de Nuñez, não foi o primeiro do zagueiro Manoel sobre o adversário naquele estádio. Em 2015, quando ainda defendia o Cruzeiro, o defensor teve o gostinho de vencer o rival em sua casa.

Na ocasião, a equipe mineira levou a melhor por 1 a 0 no jogo de ida das quartas de final da Libertadores. Em entrevista ao site oficial do Flu, Manoel relembrou aquele jogo, destacou o feito e revelou o segredo para desbancar um dos grandes clubes do continente em seu estádio.

– Em 2015 conseguimos um feito histórico lá, muito importante também, com o estádio lotado. E conseguimos porque nos entregamos do início ao fim. Jogamos quando tínhamos que jogar e quando não dava, foi na luta. Contra o River, que com certeza é a melhor equipe da América do Sul, se você não jogar fica difícil ganhar. Esse nosso jogo foi incrível. Dessa vez não pude estar em campo, mas estava no banco dando apoio aos meus companheiros o tempo todo. A gente jogou bola, e quando não deu a gente brigou do começo ao fim. É isso foi o mais importante para a gente sair com uma grande vitória que deixa o time todo muito feliz e ainda mais motivado para as oitavas de final – analisou.