Wágner não teme jogo duro: “Quanto mais cicatrizes, melhor”

Wágner não teme jogo duro: “Quanto mais cicatrizes, melhor”

Wágner ganhou uma vaga entre os titulares do Fluminense (Foto: Photocamera)Um dos principais responsáveis pela criação de jogadas do Fluminense, sobretudo com as constantes ausências do meia Deco, Wágner encara a Libertadores da América sem medo. Experiente, o atleta disse que, dentre outras coisas, que a truculência faz parte das partidas que envolve a competição.

– Eu acho que quanto mais cicatrizes, melhor. Significa que estamos avançando e chegando perto do nosso objetivo. Contato que a entrada seja dura, mas na bola, com lealdade, e não resulte em algum problema de lesão, eu não me importo – disse.