(Foto: Mailson Santana - FFC)

Atleta que compõe o elenco sub-23 do Fluminense, o meia Wallace desfalcou o time na derrota contra o Ceará por 2 a 1. O jovem que está cotado para ganhar espaço no time principal, não foi relacionado, segundo a assessoria do clube, em virtude de um ato antidesportivo cometido no treinamento da última terça-feira.

Wallace está inscrito na Libertadores desde a fase de grupos e esperava subir para o profissional assim que retornasse dos treinamentos com a seleção olímpica. De acordo com o “Globo Esporte”, o meia ficou decepcionado com a decisão do clube em mantê-lo no time de Aspirantes.

Na última segunda-feira, o jogador se reapresentou aos treinamento. Na terça, o garoto se desentendeu com um companheiro de time após uma dividida e abandonou o treino antes do fim, o que irritou o técnico Ailton Ferraz. A informação inicial do Globoesporte.com, de 17h12, era de que o jovem teria discutido com Ailton. Ela foi corrigida às 19h25.

Após a punição, a diretoria aparou as arestas com Wallace, que pediu desculpas. Foi punido ficando de fora do jogo contra o Ceará, porém já deve voltar na próxima rodada.

Integrante da geração de 2001 de Xerém, Wallace tem contrato com o Fluminense até o final de 2024. Sua multa rescisória é estipulada em 40 milhões de euros (cerca de R$ 241 milhões na cotação atual).