(Foto: Lucas Merçon - FFC)

O futebol brasileiro vive um período atípico. Em função da pandemia do coronavírus e a paralisação do ano passado, as temporadas de 2020 e 2021 foram emendadas. Com isso, os atletas estão direto, sem férias, desde julho de 2020.

Em entrevista coletiva nessa última terça-feira, o volante Yago relatou um certo desgaste não só físico, mas na parte mental por jogar praticamente sem parar desde o ano passado.

– São números que podemos ver. Ninguém esperava uma pandemia como essa. Mas concordo com você que é desgastante física e mentalmente. Toda hora fazendo contas para ver uma vaga na Libertadores, jogos decisivos, pressão não só da torcida, mas nós mesmos. Emendou praticamente uma temporada na outra. Desde janeiro de 2021, já são quase 70 jogos que eu fiz. Desgastante sim. Procuro descansar e me alimentar, usar a estrutura do clube, para dar a vida nos jogos. Uma das minhas características é o físico. Muitos jogadores estão sofrendo lesões e é normal pela minutagem. Estamos vivendo a loucura de uma temporada na outra. Duas temporadas intensas – disse ele.