(Foto Mailson Santana)

A situação envolvendo o atacante Fred com o Cruzeiro ainda está longe do fim. Em entrevista ao programa “Sportscenter”, dos canais ESPN, o advogado Gustavo Lopes, do blog “Lei em Campo”, analisou o imbróglio jurídico entre as pernas.

É importante lembrar que o clube mineiro entrou na Justiça pedindo o restabelecimento do contrato com o jogador, que alegou, em fevereiro, salários atrasados cobrando R$ 50 milhões para romper seu vínculo e ficar livre para assinar com o Fluminense.

– Um salário atrasado é diferente de dois, três, quatro, cinco, seis. Essa situação pode ter se tornado insustentável ali pelo quinto mês. E não pode o patrão utilizar de um direito de seu empregado, de buscar um novo empregador que possa pagar seu salario em dia, como fundamento pra se eximir das suas obrigações – analisou Lopes.

As transferências de Fred no futebol brasileiro renderam polêmicas na Justiça. A sua saída do Atlético-MG rumo ao Cruzeiro e uma multa de R$ 10 milhões até hoje, três anos depois, segue sem resolução.

– Esse histórico não pode pesar contra o atleta, porque não podemos punir quem exerce o direito, por mais que ele tenha um histórico de saídas tumultuadas, ele está no exercício regular de um direito dele – finalizou o advogado.