Mesmo em processo de rescisão com a Dryworld, o Fluminense utilizará os uniformes da empresa canadense por mais alguns meses. O presidente Pedro Abad esclareceu que o novo fornecedor do clube só deverá estrear no Campeonato Brasileiro de 2017, que começa em meados de maio.

– Como vai haver uma mudança, existe a necessidade de aprovar o uniforme, questões operacionais da própria fábrica de incluir a camisa do Fluminense na linha de produção. Em janeiro, certamente, não será a nova fornecedora. Acreditamos que para o Brasileiro, teremos o novo fornecedor de material esportivo estampado na camisa – contou.

Em coletiva, Abad confirmou que existem negociações em andamento com três empresas. O dirigente não adiantou os nomes, mas uma delas seria a Nike.