Foto: Nelson Perez
Foto: Nelson Perez

Mário Bittencourt assumiu a vice-presidência de futebol do Fluminense, mas continuará como diretor jurídico do clube. Para o novo homem forte do futebol, as funções são convergentes, mas parte dos conselheiros ficaram um tanto desconfortável com o acúmulo de cargos.

O caso, segundo estes conselheiros, é semelhante ao de Sandro Lima, que deixou a vice-presidência após a divulgação na imprensa de que prestava serviços para a Unimed.

Em entrevista coletiva, Bittencourt deixou claro que as situações são distintas e se diz absolutamente tranquilo quanto à ocupar duas funções, uma remunerada (diretor jurídico) e a outra, não.

 


Sem comentários