2Há quatro anos, Conca foi o craque do Brasileiro. Os passes, gols e o fato de ter disputado todas as 38 rodadas foram fundamentais para ter sido eleito por, praticamente, unanimidade e o Flu ter erguido o troféu. Mas a carreira do apoiador no clube onde se tornou ídolo no quesito assiduidade não se resume a 2010.

Das 32 partidas disputadas no Brasileirão deste ano, só não atuou em uma única ocasião, por conta do acúmulo de cartões amarelos. Em 2009, foram 36 aparições, das 38 partidas da competição nacional.

Nas outras competições, Conca também não fica atrás. Para ficar em apenas um exemplo, o argentino teve 100% de presença na caminhada da equipe na Libertadores de 2008, na qual terminou como vice-campeão, ao perder para a LDU.


Sem comentários