(Foto: Marina Garcia/FFC)

O Fluminense terá dois representantes no Campeonato Mundial Júnior de saltos ornamentais, de 27 de novembro a 4 de dezembro, em Montreal. O atleta Gabriel Perdigão e o técnico Renato Antunes foram convocados pela Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) para compor a seleção brasileira que disputará a competição e embarcam para o Canadá nesta terça-feira (22/11).

Aos 15 anos de idade, Gabriel Perdigão disputará sua segunda competição internacional. Sua estreia foi no Campeonato Sul-Americano Juvenil e Júnior de Esportes Aquáticos, em novembro do ano passado, em Lima, Peru, que também marcou sua primeira convocação para a seleção brasileira. O melhor resultado do jovem tricolor foi o quarto lugar no trampolim de 3 metros.


Agora, no Mundial, competição com um grau de dificuldade maior, Gabriel também espera chegar em uma final. Ele competirá no trampolim de 1 e 3 metros e na plataforma de 10 metros.

– Alguns países asiáticos não vão disputar a competição, como a China, e eles têm competidores muito fortes. Pretendo conquistar a classificação para a final em pelo menos uma prova – disse Gabriel.

Ex-atleta de saltos ornamentais, Renato Antunes fará sua estreia na seleção brasileira como técnico, aos 31 anos. Com 12 títulos brasileiros como saltador, das categorias de base até o adulto, Renato já acumula mais de oito títulos nacionais treinando atletas do Fluminense.

Apesar da aposentadoria recente, Renato já trabalha como técnico desde 2013, quando tinha 21 anos.

– Minha primeira competição como atleta pela seleção brasileira foi o Mundial da Malásia, em 2006, quando eu tinha 15 anos. E agora, meu primeiro campeonato como técnico do Brasil também será um Mundial, com um atleta de 15 anos. Estar à frente de uma seleção brasileira no ano seguinte à aposentadoria, é algo mágico para mim. Estou muito satisfeito – comemorou Renato.