(Foto: Mailson Santana/FFC)

Único jogador que conquistou três títulos nacionais com a camisa do Fluminense, o goleiro Ricardo Berna pendurou as chuteiras oficialmente no último dia 21 de julho, durante a festa de aniversário do clube, no histórico estádio das Laranjeiras. Em entrevista ao portal “Esporte 24 Horas”, Berna destacou o melhor treinador com quem trabalhou durante sua passagem no Tricolor.

– Sem sombra de dúvidas, foi o Muricy, pela forma que ele acreditou, apostou em mim. Mas outros treinadores também fizeram isso, e nós acabamos não sendo campeões como em 2010 – disse o ex-jogador, que relembrou outros treinadores que foram importantes durante sua passagem no Fluminense.

– O Parreira também foi um cara que apostou no meu trabalho, tenho muita gratidão a ele. E um cara que marcou muito para mim, pela forma como conduzia os trabalhos e a confiança que passa para o jogador, foi o Renato Gaúcho. Ele tem o jeito particular dele de comandar o time, mas é um cara que entende muito de futebol, foi um grande atleta, referência, muito respeitado pelos atletas pela forma como ele fala, com propriedade, sobre o que acontece dentro das quatro linhas, e o atleta acaba se identificando mais – explicou Berna, destacando Abel Braga e Josué Teixeira como os responsáveis por sua ida à Laranjeiras.

– Não posso deixar de mencionar o Abel Braga, que foi um dos responsáveis pela minha ida para o Fluminense. Era o treinador na época que eu fui contratado. E também o Josué Teixeira, que teve uma breve passagem, foi pouco aproveitado lá, mas é um cara de visão, foi a pessoa que foi me ver jogar em Minas, pelo América Mineiro, para que eu pudesse ser contratado pelo Fluminense – finalizou.