Diretoria monitora jogadores no país e fora(Foto: Lucas Merçon - FFC)

O presidente do Fluminense, Mário Bittencourt, concedeu entrevista coletiva na última sexta-feira. Entre os diversos assuntos, abordou a reconstrução do clube. Falou em gestão de estabilidade, afirmou ter assumido o clube perto de um retorno a momentos complicadíssimos e citou ainda o rival Flamengo e um ex-mandatário tricolor como exemplos a serem seguidos.

— Por que trabalhamos com uma gestão de estabilidade? Porque entendemos que pegamos o clube muito perto de voltar para aquela fase tenebrosa. E criamos estabilidade para que o clube tenha perenidade e volte a ganhar títulos em breve. “Ah, mas se não for na sua gestão?”. Não há problema nenhum, pode ser na próxima. Nosso arquirrival (Flamengo) teve uma gestão de recuperação financeira, de estabilidade e hoje está colhendo os frutos. Eu estou aqui de passagem para fazer com que o Fluminense possa colher os frutos. E é por isso que não podemos sucumbir aos momentos de derrota, de tristeza. Precisamos absorver as críticas, mas precisamos reconstruir o Fluminense – disse, continuando:

— O Fluminense já se reconstruiu algumas vezes. Vou citar um presidente que muitos não conhecem, o Fabio Egypto, que foi presidente na década de 1980. Ele foi presidente logo após o tri carioca e o título brasileiro. Ele até hoje é criticado por não ter ganhado nenhum título. Mas como advogado trabalhista eu posso te afirmar que a gestão dele saiu sem um real de dívida. Ele preparou o Fluminense para a gestão seguinte, que, infelizmente, não foi bem feita, que levou o clube, dez anos depois à terceira divisão. Mas ouço críticas enormes a esse ex-presidente, que não conheço, não é meu amigo. Se quem tivesse vindo depois tivesse mantido o trabalho austero e montado um time de futebol, teríamos feito uma década de 1990 muito melhor. Ele aproveitou o momento de títulos, fez algumas vendas, botou dinheiro no caixa e colocou o clube zerado para o clube recomeçar o caminho de vitórias. Quem veio depois não soube aproveitar.

O NETFLU, com Leandro Dias e Rafael Siri, fez um react da coletiva do presidente que você pode conferir aqui ou através do link abaixo: