Bittencourt já esperava manifestação em treino, mas não invasão

Bittencourt já esperava manifestação em treino, mas não invasão

Situação ficou tensa na terça-feira nas Laranjeiras (Foto: Paulo Brito - NETFLU)
Situação ficou tensa na terça-feira nas Laranjeiras (Foto: Paulo Brito – NETFLU)

Depois do Fluminense ser recebido no Aeroporto do Galeão, segunda-feira, por alguns torcedores mais exaltados, Mário Bittencourt até já esperava uma manifestação veemente no treino de terça, nas Laranjeiras. O vice de futebol, porém, não imaginava que a situação poderia ficar mais tensa, tendo, inclusive, invasão de gramado.

– Preparar-se para violência é complicado. Há coisas que se tenta prevenir e não se consegue. Guardada as proporções, o 11 de setembro de 2011 aconteceu no país que mais se preocupa com segurança no mundo, que é os Estados Unidos. Falamos com os jogadores aqui, alertamos que poderia ter manifestação, protesto. Eu só pedi à segurança que não autorizasse faixas contra os jogadores. Mas descambou para a violência – lamentou.


Sem comentários