O Campeonato Brasileiro de futebol é o mais valioso das Américas em termos de arrecadação. O total dos seus direitos de televisão envolvem em torno R$ 1,5 bilhão, valor superior ao da Libertadores, da Liga Mexicana, da Argentina ou dos EUA.

A implantação do modelo de pay-per-view praticamente coincide com os pontos corridos, tendo início em 2002. Atualmente, essa fatia é responsável por em torno de R$ 600 milhões de receitas para os clubes, mais de um terço do que total de receitas de televisão. O restante é de TV Fechada (valor pequeno em 2018) e TV Aberta. No total, soma-se em torno de R$ 1,5 bilhão contando todos os contratos individuais dos clubes.

Esse valor terá um salto em torno de 20% com a entrada do Esporte Interativo em jogos de entre seis e oito times em 2019. A concorrência aumentou o valor do Brasileiro. Isso apesar de os contratos serem feitos separadamente.

Fora do futebol, o Brasileiro perde em termos de arrecadação para NBA, NFL e Major League Baseball nos EUA. Dentro do futebol, fica atrás das cinco principais ligas europeias: Inglaterra, Alemanha, Itália, Espanha e França, além da Liga dos Campeões.