Foto: Mailson Santana/FFC

Apesar de ter feito a melhor temporada individual de sua carreira em 2022, com 44 gols marcados, o atacante Germán Cano não foi lembrado sequer na pré-lista de convocados da Argentina para o Mundial do Catar, com 50 nomes.

Em entrevista coletiva nesta quinta-feira, no CT Carlos Castilho, o centroavante, porém, rechaçou o sentimento de injustiça por não ter ido à Copa do Mundo. Cano estava e segue focado no Fluminense e no que ainda pode conquistar.


– Não tenho esse controle de poder estar na seleção. O que posso fazer é o melhor pelo Fluminense, fazer muitos gols, jogar cada dia melhor com o time. Do outro lado não depende de mim. Falou-se muito antes do Mundial que eu poderia chegar, mas se não deu certo, não tem problema. Fico tranquilo, confio na minha qualidade e experiência. Se não foi, não tem problema. A gente sempre olha pra frente – disse ele.