(Foto: Marcelo Gonçalves/FFC)

Jornalista e apresentador dos canais “SporTV”, André Rizek trouxe mais informações sobre o futuro técnico da Seleção brasileira, reiterando que o plano A da CBF segue sendo o italiano Carlo Ancelotti, do Real Madrid (ESP). O jornalista cravou que a entidade não vai tirar nenhum técnico empregado da Série A.

Nomes como Fernando Diniz, do Fluminense, Dorival Júnior, do São Paulo, e Abel Ferreira, do Palmeiras, foram colocados como opção. A CBF, porém, foca suas atenções em Ancelotti e não descarta esperar pelo treinador até junho de 2024, quando seu contrato com o Real se encerra.


Há a chance de a entidade contratar um “tapa buraco” para ocupar o cargo enquanto aguarda pelo italiano. Outro nome ainda corre por fora, que é o de Jorge Jesus. O português deixou o Fenerbahçe (TUR) e está sem clube.