(Foto: Lucas Merçon - FFC)

O Centro Brasileiro de Mediação e Arbitragem (CBMA) rejeitou o pedido de recurso feito pelos advogados de Fred e embargos declaratórios por conta da dívida milionária com o Atlético-MG, da época em que o atacante deixou o clube e acertou seu retorno ao Cruzeiro.

O camisa 9 não pode mais entrar com recurso pela infração e terá que pagar a multa de R$ 10 milhões, que com juros e correções já aumentou em R$ 8 milhões e está em R$ 18 milhões.

Apesar de no campo arbitral não haver mais a possibilidade de discussão, p atacante ainda segue com sua tentativa na Justiça Trabalhista de suspender ou até excluir a possibilidade de pagar ao Atlético-MG.

De acordo com a definição da CBMA, Fred terá dez dias para finalizar a dívida com o Atlético-MG. Caso não o faça, poderá ser punido com bloqueio de recursos em até 10% de seu salário ou ser até proibido de jogar oficialmente pelo Fluminense.