Com futebol sofrível, Flu faz vergonha e sai da Copa do Brasil

Com futebol sofrível, Flu faz vergonha e sai da Copa do Brasil

Foto: Photocamera
Foto: Photocamera

Sem esforço, o Goiás venceu o Fluminense por 2 a 0 e desclassificou o time de Vanderlei Luxemburgo da Copa do Brasil. Renan Oliveira e Willian Matheus fizeram os gols, um em cada tempo. O Tricolor apresentou um futebol de baixíssimo nível técnico, sem inspiração e organização e praticamente não ameaçou o adversário durante os noventa minutos.

O primeiro tempo já dava provas do que viria até o fim do jogo. Foi de dar dó a exibição do Flu. Durante os 45 minutos apenas três chances de gols criadas, todas do Goiás. Uma em chute de Hugo de fora da área, outra de Rodrigo, em cabeçada na trave e a última, por fim, no fundo da rede, com Renan Oliveira.

O Tricolor, mesmo com três atacantes, foi de uma inofensividade assustadora. Marcou razoavelmente bem o adversário, mas quando tinha a bola, não criava nada. Os volantes é quem tinham a incumbência de tentar armar, já que o único homem de criação, Eduardo, não se apresentava para o jogo.

Biro-Biro, aposta de Luxemburgo, começou bem pelo lado esquerdo, mas baixinho, magrinho e sem tanta velocidade foi sumindo, sumindo. Fred não recebeu uma bola em condições e os laterais, presos na marcação, não imprimam velocidade pelos lados.

O Fluminense não conseguia sequer entrar na área esmeraldina. Nenhuma jogada criada, trabalhada. Uma prova de que a escalação de Vanderlei, a oitava diferente em 10 jogos, não deu certo.

Mesmo assim, o treinador voltou com a mesma formação, exceto Willian na vaga de Diguinho, lesionado. Em pouco tempo, o Goiás ampliou em falha clamorosa da arbitragem. Walter fez falta em Igor Julião, o árbitro Luís Flávio de Oliveira ignora e no contra-ataque o time alviverde fez o segundo com Willian Matheus.

No desespero, Luxemburgo sacou Eduardo e Biro-Biro, que foram muito mal, e pôs Felipe e Samuel. Na base do abafa, o Fluminense tentou o gol que lhe daria a vaga. Só ameaçou de verdade uma vez , com chute mascado de Fred na trave. E só.

Eliminado da Copa do Brasil, o Tricolor volta suas atenções exclusivamente no Brasileiro e a fuga da rabeira da tabela.