Confira o comunicado do MP cobrando laudos técnicos do Maracanã

Confira o comunicado do MP cobrando laudos técnicos do Maracanã

maracanaOs clubes do Rio de Janeiro correm, novamente, o risco de ficarem sem estádio. O Ministério Público do Rio de Janeiro, com um comunicado, cobrou do Complexo Maracanã S.A. novos laudos técnicos que assegurem o funcionamento do estádio, reaberto em junho deste ano. De acordo com o portal Globoesporte.com, o ofício foi enviado no dia 21 de agosto e cobra a entrega dos documentos num prazo de 30 dias.

Vale lembrar que, se a documentação não for entregue dentro do prazo, os portões do “Maior do Mundo” poderão ser fechados. Confira o comunicado do MP-RJ:

A concessionária que administra o Maracanã foi comunicada no dia 21 de agosto pelo Ministério Público sobre a necessidade de um laudo de engenharia do estádio Mário Filho mais detalhado. Desde então, a concessionária vem dialogando com órgão para que todas a solicitações da promotoria sejam atendidas, inclusive no dia 6 de setembro enviou carta solicitando ao MP uma extensão do prazo de 30 dias para fazer todos os esclarecimentos”.

“A concessionária esclarece também que recebeu do Poder Concedente o estádio com todos os documentos exigidos por lei. São eles laudos de segurança, de vistoria de engenharia, de prevenção e combate de incêndios e de condições sanitárias e de higiene. O estádio Mário Filho já havia recebido o amistoso Brasil x Inglaterra, no início de junho, e também as partidas da Copa da Confederações, no final de junho, sob gestão da CBF e da Fifa, respectivamente”.

“A concessionária esclarece que em todas as tratativas com o MP não foi informada sobre a possibilidade de fechamento do Maracanã”.