(Foto: Mailson Santana/FFC)

O Flamengo deve começar a vender ingressos para os seus jogos no Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil, além da Libertadores. A tendência é que isso se expanda para outros clubes, respeitando as restrições de cada estado. O NETFLU apurou que a possibilidade do Fluminense entrar nessa cena, contudo, cria discussão entre parte do Conselho Deliberativo (CDel), por entender que a pandemia ainda não está controlada no país.

Vale lembrar que, a partir de liberação Prefeitura do Rio de Janeiro para o retorno gradual dos torcedores aos estádios, o Fluminense informou que somente adesões realizadas até o próximo dia 10 de agosto no programa Sócio Futebol terão direito aos descontos extras em ingressos pelo número de partidas disputadas com portões fechados proporcional ao período em que o sócio esteve adimplente.

O benefício será válido a partir da liberação dos jogos com público na capacidade total dos estádios. Nos confrontos com presença de público ainda restrita, serão respeitados os descontos e prioridades vigentes nos planos atuais de cada sócio.

O clube já reforçou também que, em nome da ciência e preservação das vidas, estará perfeitamente alinhado às determinações das autoridades e continuará mantendo todas as cautelas na prevenção, como tem feito desde o início da pandemia, primando pela máxima segurança a seus sócios, atletas e funcionários.