Contrato entre Estado e Consórcio deve ser rompido, informa site

Contrato entre Estado e Consórcio deve ser rompido, informa site

maraca2De acordo com o site Lancenet, o rompimento do contrato entre o Governo do Estado do Rio de Janeiro e a Complexo Maracanã Entretenimento S.A é iminente. O anúncio da suspensão da demolição do Estádio Célio de Barros e do Parque Aquático Júlio Delamare fez o Consórcio recusar e, assim, tende a devolver o estádio para o poder público.

O contrato celebrado entre as partes prevê a possibilidade da rescisão contratual e anulação do acordo. Há ainda uma cláusula que fala sobre a retomada da administração do Maracanã por parte do poder público. Neste caso, está previsto o pagamento de indenização.