Com a homologação das chapas no Fluminense, ficou definido que Ademar Arrais será o vice-presidente geral caso Celso Barros seja eleito mandatário do clube em 26 de novembro, segundo apurou o NETFLU. Arrais é o coordenador da campanha do médico e um dos membros de oposição mais atuantes dos últimos anos. Ele faz parte do grupo político Ideal Tricolor.

A primeira opção era Sandro Lima, ex-vice de futebol e de esportes olímpicos. Apesar da insistência de Celso Barros, Sandrão, como é conhecido, recusou.

A escolha por Ademar Arrais se deu por votos de toda a militância de Celso, que viram nele o melhor nome.