(Foto: Marcelo Gonçalves - FFC)

Após a vitória do Fluminense sobre o Botafogo, por 1 a 0, no último domingo, no Engenhão, pelo Campeonato Brasileiro, Fernando Diniz falou um pouco a respeito de seus conceitos de futebol. Questionado sobre a característica da equipe de cruzar poucas bolas na área, avaliou a importância do artifício.


— Em relação a cruzar bolas na área, tudo é muito recente, voltei há menos de dois meses. O recurso do cruzamento é algo que a gente poderia ter feito mais hoje (domingo, contra o Botafogo). Contra o América-MG, a gente fez bastante cruzamento. Hoje poderíamos ter feito alguns. Mas não é cruzar por cruzar, para ficar chuveirando bola na área é favorecer muito o Botafogo, que tem zagueiros altos – falou, complementando:

— Mas em algumas situações que chegamos com a bola em velocidade e com um preenchimento de área bastante agressivo, deixamos de cruzar em algumas situações, mas isso é uma questão que com os treinamentos a gente vai ajustando aos poucos. Mas a equipe está de parabéns, acho que insistimos no jogo por dentro demasiadamente em algumas situações, mas isso é questão de refino, não é de uma vez só.