(Foto: Mailson Santana - FFC)

Os números do Fluminense no Campeonato Carioca evidenciam a melhora gradativa no rendimento da equipe ao longo da competição. Em março, o Tricolor marcou mais gols do que nos meses de janeiro e fevereiro somados, mesmo em menos partidas.

Se somarmos os 5 jogos de janeiro com os 4 de fevereiro (9 partidas), o Time de Guerreiros balançou as redes em 13 oportunidades. Só em março, em apenas quatro partidas, foram 15 gols marcados, graças às goleadas sobre Bangu e Volta Redonda.


Diante desses números, é possível concluir que ao longo da competição o “Dinizismo” que terminou 2022 foi se reencontrando, com a adaptação dos novos reforços e do novo esquema proposto pelo treinador com pontas abertos. No ano passado, o Flu terminou a temporada com quatro no meio e dois atacantes.

JANEIRO/23
Total: 5 jogos
3 vitórias (Resende, Nova Iguaçu e Madureira)
1 empate (Boavista)
1 derrota (Botafogo)
5 gols marcados e 2 gols sofridos
Aproveitamento: 66,6% dos pontos
Maior vitória: Fluminense 2 x 0 Resende
Artilheiro do mês: Alan, Lima e Jhon Arias (1 gol)

FEVEREIRO/23
Total: 4 jogos
3 vitórias (Audax, Vasco e Portuguesa)
1 derrota (Volta Redonda)
8 gols marcados e 1 gol sofrido
Aproveitamento: 75% dos pontos
Maior vitória: Fluminense 3 x 0 Audax e na Portuguesa
Artilheiro do mês: Germán Cano (7 gols)

MARÇO/23
Total: 4 jogos
3 vitórias (Bangu, Flamengo e Volta Redonda)
1 derrota (Volta Redonda)
15 gols marcados e 3 gols sofridos
Aproveitamento: 75% dos pontos
Maior vitória: Fluminense 7 x 0 Volta Redonda
Artilheiro do mês: Germán Cano (7 gols)