Dirigente da base sai em defesa de Robert e Kenedy

Dirigente da base sai em defesa de Robert e Kenedy

Kenedy perdeu muitos gols quando teve chance de jogar contra o Horizonte (Foto: Photocamera)
Kenedy perdeu muitos gols quando teve chance de jogar contra o Horizonte (Foto: Photocamera)

Apostas com status de grandes revelações do Fluminense, Kenedy e Robert ainda não conseguiram se firmar entre os profissionais. O primeiro, teve a chance no jogo de ida contra o Horizonte, pela Copa do Brasil, perdeu muitos gols e foi bem criticado. O segundo, recupera-se de grave acidente de carro. Mas Fernando Simone sai em defesa de ambos.

Gerente geral da base tricolor, o dirigente aposta que os dois serão úteis ao time profissional e pede calma em relação aos jogadores.

– São dois grandes jogadores, que queimaram etapas, e estão entre os profissionais no primeiro ano de juniores. Quando cheguei aqui no início de 2011, eram duas “crianças” de 14 anos e sempre mostraram muita alegria em jogar futebol, que é o mais importante. Em relação ao Kenedy, não vejo os gols perdidos como problema psicológico, e sim como uma oscilação natural da idade. Nem sempre o jogador de 18 anos entra no time e arrebenta logo de cara. A prova disso é o Neymar, que chegou a ser chamado de “filé de borboleta” pelo Luxemburgo quando subiu em 2009, e só depois se firmou de vez. O Kenedy é um jogador que possui várias características essenciais para um grande atacante, e acredito muito nele, assim como no Robert, que é um meia muito talentoso. Vamos continuar apostando nos dois, e é necessário que haja um pouco de paciência para que a transição seja completa para os profissionais – disse.


Sem comentários