Foto: Nelson Perez/Fluminense F.C
Foto: Nelson Perez/Fluminense F.C

Gerson, Vinícius e Wagner brigam por uma vaga no time titular do Fluminense. Isso porque Ricardo Drubscky decidiu que sua equipe terá três volantes no meio-campo. Retranca? O treinador nega, mas admite uma preocupação maior com a parte defensiva neste começo de trabalho.


 

– Precisamos analisar o jogo pela dinâmica que oferece e não as características. No fundo, uma coisa está lincada a outra, mas nem sempre. Jean é um meia de origem e tem qualidade. Foi se adaptando à função de volante porque tem qualidades de marcação também. Se vou fazer um time com uma força defensiva maior, não posso abrir mão de jogadores dessa qualidade. Tínhamos muitos jogadores com poder ofensivo, mas na hora da marcação com mais dificuldade. Não faremos do Fluminense mais forte ofensivamente, se não cuidarmos da parte defensiva. Longe de mim montar uma equipe defensiva. Já não fazia isso em clube pequeno, quem dirá em clube grande. Sempre joguei para vencer. Trabalhamos com conceitos a serem desenvolvidos, não com peças. Jean e Edson são mais meias que volantes e podem fazer também a marcação – afirmou.


Sem comentários