(Foto: Lucas Merçon - FFC)

Ansiosos pela final do próximo dia 22 de dezembro, contra o Manchester City (ING), os torcedores tricolores mais supersticiosos já se apegam aos “sinais do metafísico” para acreditar no título mundial do Fluminense. Alguns deles notaram muitas semelhanças do Tricolor com o Corinthians, campeão do mundo em 2012. Será só coincidência?

Em 2012, o Corinthians ganhou a Libertadores pela 1° vez na sua história, após ter sido eliminado na Pré-Libertadores no ano anterior, e enfrentando o Boca Juniors (ARG) na decisão. Naquela ocasião, o juiz Wilmar Roldán apitou a estreia e a grande final do clube paulista. No Mundial, o alvinegro eliminou o Al-Ahly na semi e encarou o Chelsea, clube inglês de cor azul e que também havia vencido a Liga dos Campeões também pela 1ª vez em sua história.


Curiosamente, em 2023, o Fluminense ganha a Libertadores pela 1° vez na sua história, após ter sido eliminado na Pré-Libertadores no ano anterior, e enfrentando o Boca Juniors (ARG) na decisão. Da mesma forma, Wilmar Roldán apitou a estreia e a grande final do Tricolor. No Mundial, o Flu eliminou o Al-Ahly na semi e agora encara o Manchester City na decisão, clube inglês de cor azul e que ganhou a Liga dos Campeões também pela 1ª vez em sua história.