Em 2011, Fluminense eliminou Argentinos Juniors dentro da caldeirão adversário
Em 2011, Fluminense eliminou Argentinos Juniors dentro da caldeirão adversário

O Fluminense tornou-se o Time de Guerreiros ao desafiar a lógica. Em 2009 salvou-se de um rebaixamento praticamente certo. Dois anos depois, pela Copa Libertadores, conseguiu a classificação para as oitavas de final de maneira improvável. São nesses exemplos que Edinho se prende.

– Nesse momento a gente se apega a coisas boas, a arrancada de 2009, a de 2011 na libertadores. Estamos confiantes que temos totais condições de permanecer na Série A – afirmou Edinho.

Em 2009, o Fluminense, então com 98% de aproveitamento, venceu oito jogos, empatou dois e se livrou da queda. Já em 2011, necessitava vencer o Argentinos Juniors (ARG), que também lutava por classificação, por dois gols de diferença fora de casa. Além disso, precisaria torcer para um empate entre Nacional (URU) e América (MEX). A combinação aconteceu e o Flu avançou na Libertadores.

 


Sem comentários