(Foto: Mailson Santana - FFC)

Faltam poucos dias para a despedida oficial do atacante Marcos Paulo do Fluminense. Enquanto o jogador não vai para o Atlético de Madrid (ESP), clube que o contratou, ele segue trabalhando no Centro de Treinamentos Carlos Castilho, na Barra da Tijuca.

Considerado uma das grandes joias recentes das categorias de base do Fluminense, o jogador tem treinado em horário alternativo – e sozinho – no CT. Ele vem mantendo a forma, enquanto o contrato não expira. O Fluminense terá direito a “training compensation” por Marcos Paulo, mecanismo da Fifa que renderá ao clube cerca de 500 mil euros (cerca de R$ R$ 3,3 milhões na cotação atual).

O NETFLU apurou que o jogador vai receber 2 milhões de euros em luvas (mais de R$ 13,5 milhões), além de um salário anual de 700 mil euros (cerca de R$ 400 mil mensais), o que corresponde ao que Fred ganha no Fluminense. O salário pode chegar a 1,5 milhões de euros anuais (quase R$ 850 mil mensais) se o jovem bater metas de desempenho na equipe espanhola. A certeza de recebimento em dia num time de ponta de Europa foi o principal motivo para não topar uma investida final da cúpula tricolor.