(Foto: Divulgação/FFC)

Após a torcida clamar por explicações quanto ao futuro de Fernando Diniz no Fluminense, o clube, através de uma nota oficial divulgada às 0h06 já desta quarta-feira, se manifestou. De acordo com as pessoas que comandam a instituição, a ida do técnico Diniz para a seleção brasileira em nada afetará o planejamento de treinos e jogos. Confira na íntegra:


O presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, procurou o presidente Mário Bittencourt na última semana, logo após a classificação para as oitavas de final da Copa Libertadores, para manifestar seu desejo de contar com Fernando Diniz na Seleção Brasileira. Ele informou que pretendia contar com o técnico para comandar a equipe nas datas Fifa ao longo do próximo ano e consultou se o Fluminense liberaria seu treinador para assumir a Seleção.


O Fluminense avaliou, após reuniões e estudos da tabela de jogos, além de consultas aos profissionais do clube, que o apoio à Seleção não teria impacto na rotina do time, até mesmo porque a dedicação do treinador seria apenas nos períodos de datas Fifa e não de forma integral. Os períodos de treinamento da Seleção são muito curtos e, devido à paralisação dos campeonatos em função das datas Fifa, não interferirão no trabalho no CT Carlos Castilho.

Ao mesmo tempo, houve a avaliação de que manter Diniz é essencial para a continuidade do trabalho na busca dos objetivos esportivos de 2023, já que a montagem do time e o planejamento foram feitos com base em sua filosofia de jogo.

O clube então se organizou para permitir esse apoio à Seleção planejando um regime de dedicação que fará com que a equipe siga sendo treinada por Diniz e seus auxiliares sem alterações.

Ciente de seus desafios, o Fluminense jamais teria concordado com a liberação de Diniz sem ter a total certeza da compatibilidade. Muitos foram os técnicos da Seleção Brasileira e até de outras seleções pelo mundo que defenderam simultaneamente seus clubes ao longo da história.

O entendimento entre a CBF e o Fluminense resultou também em uma importante compensação financeira ao clube por estar cedendo parcialmente seu treinador. O Fluminense chegou até aqui e recebeu esse honroso pedido de apoio justamente por priorizar a qualidade da gestão de seus profissionais. Muitos deles já servem à Seleção e às suas categorias de base, reflexo do trabalho que vem sendo feito com convicção e qualidade no desempenho.