(Foto: Divulgação)

Perto de acertar com o Fluminense por empréstimo de uma temporada, o atacante Marrony não conseguiu se firmar no futebol dinamarquês com a camisa do Midtjylland, o que virou um argumento forte para os torcedores que são contra a contratação do atleta ex-Vasco e Atlético-MG.

No entanto, o jogador passou por alguns problemas e o NETFLU foi buscar os motivos pelos quais o atleta não conseguiu ter sequência atuando na Dinamarca.

Marrony chegou no Midtjylland em agosto de 2021 já lesionado e com a temporada rolando. O jogador tinha se machucado ainda no Atlético-MG e demorou entre dois e três meses para entrar em forma e readquirir ritmo de jogo. Por conta disso, não conseguiu ter sequência.


Logo depois, voltou ao Brasil para as férias de inverno na Europa e testou positivo para a Covid-19. Com isso, foi obrigado a ficar mais 10 dias no país, em recuperação, antes de retornar para a Dinamarca, o que fez com que o atleta perdesse mais treinos e capacidade física. Marrony precisou fazer um trabalho específico recuperação.

Além das questões físicas e de ordem médicas, por fim, o atacante ainda teve o nascimento do filho no Brasil. Sem poder estar perto da esposa e infeliz na Escandinávia, o jogador decidiu pelo retorno ao futebol brasileiro.