Um dos principais nomes do salto ornamental no Brasil, a atleta Ingrid Oliveira, 23 anos, está trabalhando como ambulante no carnaval do Rio. Ela e o namorado, o fotógrafo Gabriel Molon, 26 anos, querem juntar dinheiro para visitar a irmã de Ingrid nos Estados Unidos, após a disputa da Copa do Mundo de Saltos Ornamentais, que será realizada em abril, no Japão. O evento serve como Pré-Olímpico para os Jogos de Tóquio.

O portal do jornal “Estado” encontrou a atleta vendendo cerveja no Barbas, bloco de carnaval tradicional da zona sul carioca no sábado. Enfeitada com glitter cor de rosa, top vermelho e chifrinho de diaba, ela estava acompanhada da sogra e do namorado. Ingrid chamava atenção pelo físico atlético e a tatuagem dos anéis olímpicos na perna esquerda.


Atleta dos saltos ornamentais, Ingrid Oliveira protagonizou uma polêmica na Vila Olímpica e quase foi expulsa dos Jogos do Rio de Janeiro, em 2016. A esportista do Fluminense “ficou” com outro atleta da delegação brasileira, e o levou até o quarto que dividia com Giovanna Pedroso. Ela foi convidada a se retirar e houve áspera discussão.

Giovanna abrigou-se em outro cômodo do apartamento e, no dia seguinte, relatou aos superiores que a parceira dormiu acompanhada. Houve uma tentativa inicial de minimizar o problema.